sábado, 9 de abril de 2011

As capivaras da Lagoa da Pampulha


Capivaras

Em Belo Horizonte, quem passa pela orla da Lagoa da Pampulha, se estiver atento, não terá dificuldade para visualizar grupos  de capivaras andando por suas margens. Principalmente, no canal próximo ao  Parque Ecológico. Elas já fazem parte da paisagem da cidade naquela região. Vivem livres e são respeitadas pela população que frequenta o lugar.
A capivara é o maior roedor herbívoro do mundo. Habita áreas próximas aos rios e lagos na América do Sul e Central. Seu peso pode chegar até 80 kg, suas atividades são pela manhã e ao anoitecer. É um animal pastor e utiliza a água como refugio de seus predadores, dormindo com o corpo submerso e apenas o focinho fora d'água.
Sobrevive muito bem em ambientes poluídos, pois não depende da água para alimentar-se.
No Brasil, a caça é proibida por lei, embora muitos gostem de utilizar sua pele para fabricar objetos, o óleo extraído de sua gordura para fins medicinais, e a carne que é muito semelhante à carne suína, para comer. 

 



3 comentários:

  1. o problema das capivaras esta na facilidade de sua reprodução; é algo que sai do controle com facilidade, e tem também o problema dos carrapatos e com eles o perigo da febre maculosa, como aconteceu a pouco tempo no interior de SP.
    Assim como na Lagoa da Pampulha vemos também muitas em Lagoa Santa.

    ResponderExcluir
  2. Lindo e adoro as capivaras.Dão um ar bucólico à paisagem!beijos,lindo dia!chica

    ResponderExcluir
  3. Vivendo e aprendendo!
    Gosto de ver capivaras.
    Boa semana pra você, Anabela.
    Xeros

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Seja benvindo e volte sempre!