quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Sabores de Minas



No século XIX a cozinha mineira foi bastante elogiada por Richard Burton, um inglês que visitou grande parte do sertão do Brasil e em seus livros " Viagem o Rio de Janeiro a Morro Velho e Viagem de Canoa de Sabará ao Oceano Atlântico" descreveu muito bem a culinária mineira daquela época, nos dando hoje uma sólida noção das origens do cardápio tradicional das famílias mineiras.
Dentre muitos pratos que podem ser degustados na casa de um mineiro de raiz, em dias mais frios e chuvosos, vou destacar aqui o Bambá de Couve. De preparo rápido e fácil, era muito apreciado nas vilas coloniais. Seus ingredientes básicos - naquele momento em que o tempo e o interesse pela agricultura de subsistência era mínimo - podiam ser encontrados facilmente. A couve e o milho do qual se faz o fubá dispensavam maiores cuidados no cultivo e se adaptavam muito bem ao solo. A carne a ser usada geralmente era de porco, animal que se criava sem grandes exigências. Tudo muito prático, porque o tempo ... Ah! O tempo... era destinado ao trabalho intenso na cata dos famosos metais preciosos.   

Receita  de Bambá de Couve

sites.uai.com.br/.../vicosa

100 g de lombo cortado em cubos
alho
óleo
sal
2 colheres de fubá
2 copos de água
couve rasgada a gosto

Refogar o lombo com o alho, o sal e o óleo. Junte o fubá e mexa até dourar. Acrescente a água e continue até engrossar. Deixe cozinhar por 5 minutos. Acrescente a couve e deixe ferver por mais 2 minutos. Retire do fogo e sirva. Se preferir acrescente cheiro verde. 

7 comentários:

  1. Olá amiga Anabela

    Interessante esta receita da culinária Mineira,
    que me despertou muito interesse. Como adoro fazer experiências culinárias, deparo-me com a dificuldade em obter o fubá (que sinceramente
    não conheço).

    Beijinhos

    Alvaro

    ResponderExcluir
  2. Até fiquei com água na boca...

    Conheço 2 versões:
    Minha mãe, portuguêsa, fazia usando couve-nabiça e chamava de Papas.
    Aqui em S. Lourenço aprendi a fazer com couve picada e acrescentando ovos crus, no final do cozimento. Eu não uso carnes, mas os da terra usam linguiça e não lombo.

    Muito interessante essa divulgação da comida tradicional mineira. Eu tenho um livro: Fogão de Lenha, que dá essas receitas e conta histórias muito interessantes.
    Parabéns pela iniciativa.

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante! O nosso amigo Alvaro Oliveira que é da minha terra não conhece o Fubá. Não admira. Eu conheço, porque vivi muitos anos no Brasil e por isso posso dizer que aqui mesmo na nossa cidade se pode comprar; a couve, claro, é a que usamos aqui para fazer o famoso caldo verde. Quanto às janelas que mostras no post anterior, são vistas ainda algumas aqui em Portugal, mas, claro, o nome não é esse. Para ser sincera não conheço o nome que lhes damos cá, mas esse não é de certeza. Um beijinho e obrigada pelas informações que aqui adquirimos sobre esse maravilhoso estado brasileiro. Até breve e espero que tudo te corra pelo melhor
    Emília

    ResponderExcluir
  4. Ei Anabela
    Adoro esta prato tão tradicional na nossa culinária mineira.
    É só chover e esfriar que lembramos dele no jantar, assim como lembramos do frango com quiabo no almoço.
    Boa noite.

    ResponderExcluir
  5. Oi amiga querida
    Seu blog está linkado no meu, então...tem um selinho pra voce lá...vai buscar, vai!!!
    beijinho
    Tina 9MEU CANTINHO NA ROÇA)

    ResponderExcluir
  6. fiquei com água na boca rsrsrs
    obrigado pela sua visita e comentário no meu blog.
    abraços

    ResponderExcluir
  7. Nham, nham! Que delícia! :D
    Bjo, bjo!
    She

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Seja benvindo e volte sempre!